Aforrar na fatura elétrica (com a nova tarifa 2.0TD)

Para começar, temos de identificar as diferentes secções para tentar economizar na sua fatura de eletricidade, com a nova taxa de 2.0TD. Com umha revisom rápida, analisaremos possíveis aforros económicos. No BOE n.º 103, de 30 de abril de 2021, é estabelecido o contido mínimo e modelo de fatura de eletricidade.

1.- Como aforrar na fatura de eletricidade?

Dados e resumo da fatura. No encabeçamento vamos encontrar o logótipo e os dados da empresa comercializadora com a qual contratamos o serviço, os dados da fatura com o valor total, os períodos faturados, os dados do cliente, e umha fatura resumo, com os conceitos fracionados. Temos de olhar o nome da comercializadora, no caso que queiramos contratar no mercado semi-regulado do PVPC (Preço de Venda ao Pequeno Consumidor, anteriormente TUR Tarifa de Último Recurso), a única modalidade disponível em caso de poder acolher-se ao bónus social.

Com o PVPC teremos um preço variável com a taxa regulada, sem serviços adicionais nem descontos. Se temos o novo contador digital, aplica-se a cada hora, o consumo horário e o preço correspondente, de acordo com os preços comunicados pola rede elétrica espanhola, senom é impossível saber quantos kWh consomes a cada hora, polo que será aplicado o perfil dum consumidor médio (criado pola Rede Elétrica Espanhola). É um bom preço, mas os aumentos e descidas do mercado podem ser umha surpresa. Esta tarifa é recomendada se nom se quere estar continuamente ciente das novas ofertas, ou se nos pudemos acolher ao bónus social. Podes sair do mercado regulado e voltar a ele. Com o PVPC devem aplicar todos o mesmo preço. Às comercializadoras nom lhes gosta esta tarifa porque os impede de ofertar outros serviços. Só o podem oferecer as comercializadoras de referência:

No mercado livre todo depende do que se acorde com a comercializadora. Há boas tarifas, mas tamém moi malas. O mais habitual é encontrar tarifas fixas. A CNMC (Comisión Nacional de Mercados y Competencia) no seu site tem um comparador de ofertas disponíveis e tamém, entre outros, um simulador da fatura da eletricidade.

Quem pode acolher-se ao Bónus Social? Com o bónus social os descontos som de 25% – 40%, de acordo com as consideraçoms do RD 897/2017 onde as condiçoms cambiam pra beneficiar-se. Vale a pena analisar os requisitos para verificar se podemos aproveitarmos, tendo em conta que o preço da energia em Espanha é um dos mais caros de Europa.

  • 25% para consumidores vulneráveis que cumpram os requisitos estabelecidos.
  • 40% para consumidores vulneráveis graves que cumpran os requisitos estabelecidos.
  • Se tamém és um consumidor em risco de exclusom social, porque estás sendo atendido polos serviços sociais dumha administraçom autonómica ou local que paga polo menos o 50% da fatura, nom terás de pagar a fatura de eletricidade e, em caso de impossibilidade temporária de pagar, nom poderám interromper o abastecimento de eletricidade.
  • COVID-19: Novos beneficiários. Serám considerados consumidores vulneráveis e poderám aceder a um desconto do 25% na fatura da eletricidade:
    • desempregado
    • Afetados por um Expediente de Regulaçom Temporal do Emprego (ERTE),
    • Se é um empresário, se viste o seu dia de trabalho reduzido por razoms de cuidados, ou outras circunstâncias semelhantes que envolvem umha perda substancial de ingressos.

Dados do contrato. Poderemos consultar a potência que temos contratada (em KW 2.30/3.45/4.60/5.75/6.90/8.05/9.20…) e a que tarifa (a partir de agora será sempre 2.0TD para todos os contratos de atá 15 kW de baixa tensom). Se temos o PVPC ou nom, se a potência faturada é com contador digital ou com ICP, e se temos um contador tele-gerido: Ainda que tenhamos um contador digital instalado, podem fazer-nos a leitura da potência por ICP. Neste caso, os intervalos de potência contratados podem variar (2.20/3.30/4.40/5.50/6.60/7.70/8.80…) É moi importante ter sempre identificado o CUPS (Código Unificado do Ponto de Abastecimento) e o número de contrato de abastecimento do distribuidor, essenciais pra fazer moitos trâmites.

Informaçom da eletricidade utilizada. Figurarám as leituras anteriores e correntes, e o total de cada período (KWh) informando se é estimado ou real, com a data, que deve coincidir com as datas dos dias faturados, no encabezamento da fatura, fracionados para cada período. Haverá tamém um resumo gráfico do histórico de consumo durante os últimos 14 meses, a despesa média diária de €/dia e o consumo acumulado no último ano em KWh. É moi importante dar a leitura real (no caso de nom ter um contador digital com tele-gestom ativada) para que os eventuais consumos reais nom se acumulem, acima das leituras estimadas.

Períodos de energia consumidos, com a nova tarifa 2.0TD. Aqui vamos encontrar as leituras registadas nos diferentes períodos. Lembremos que, a partir do 1 de junho de 2021, todos os contratos de até 15 kW de baixa tensom (domésticos, pequenas empresas e locais comerciais) passam automaticamente para a tarifa 2,0TD. Com este câmbio todos os contratos que até agora tinham as tarifas 2.0A, 2.0DHA, 2.0DHS, 2.1A, 2.1DHA e 2.1DHS, passam automaticamente para a nova tarifa 2.0TD, que tem três períodos horários com três preços de energia.

  • Período ponta: das 10 às 14 h e das 18 às 22 h. Durante este período é quando a energia será mais cara (Exemplo: 0,224 euros/kWh)
  • Período chão: das 8 às 10 h, das 14 às 18 h, e das 22 às 24 h. Durante este período, a energia nom será tam económica como no período vale, nem tam cara como no período ponta. (Exemplo: 0,127 euros/kWh)
  • Período vale: das 00:00 às 8:00 da manhã. Durante este período, a energia utilizada será mais barata. Durante os fins de semana (sábados e domingos) e feriados nacionais, todas as horas serám vale. (Exemplo: 0,084 euros/kWh).

Se concentramos um 30% do consumo de eletricidade nas horas do vale (o consumo da lavadora numha casa básica), podemos aproveitar os preços mais baratos, e tentar acumular o consumo máximo de eletricidade na faixa do vale. Teremos em conta que desponheremos de 8 h ponta com um preço um 77% mais caro cás 8 h do chão e 8 h do vale com um preço dum 33% mais barato, no termo de energia. A mais quantidade de consumo concentrado em horas fora da ponta e do chão, mais aforros económicos, e isto se mantém durante os fins de semana. Temos que aprender a pensar em aforrar energia.

Possibilidade de dous períodos de potência, com a nova tarifa 2.0TD. Esta opçom só pode ser utilizada se temos ou consideramos instalar, sistemas de acumulaçom de energia, onde nom importa o tempo em que a energia é usada, e que precisemos de mais potência. Poderemos contratar umha potência diferente durante as horas do vale (da meia-noite às 8 da manhã, e nos fins de semana e feriados), em que o preço da potência será mais barato, coincidindo com as horas do período energético do vale, quando o preço da energia também será mais barato. Se nom fora esse o caso, faturaram-nos a energia com os dous preços correspondentes, resultando o montante total um pouco mais barato, que com o sistema de tarifa anterior,

  • Período ponta: das 8h às 24h. Durante este período é quando a potência será mais cara (Exemplo: 31.949 euros/kW de potência por ano)
  • Período chão: das 00:00 às 8:00 da manhã, e todos os fins de semana e feriados do estado. (Exemplo: 2.701 euros/kW de potência por ano)

Dispositivos que requerem moita energia, como um acumulador de água quente, radiadores acumuladores elétricos (consultar Calefaçom e AQS Eficiência energética), ou um coche elétrico de carga rápida; teremos a possibilidade de contratar umha potência maior ás noites e fins-de-semana e carrega-lo entom. Desta forma evitaremos ter de contratar (e pagar) umha potência superior ao longo do dia. Nom paga a pena tentar reduzir a potência contratada durante o período vale, já que o aforro seria minúsculo.

Detalhe da fatura.

Faturaçom da eletricidade consumida. Resultado de multiplicar o consumo de eletricidade durante o período de faturaçom (KWh) polo preço do termo de energia €/KWh. Pode ser dividido em duas partes; a parte correspondente à peagem de acesso e o custo horário da eletricidade:

  • Eletricidade utilizada durante o período PONTA: 37,48 KWh x 0,224 €/KWh = 8,40 €
  • 37,48 KWh x 0,027378 €/KWh = 1,03 € (portagem de acesso)
  • 37,48 KWh x 0,10574 €/KWh = 3,96 € (cargo energia utilizada)
  • 0,027378 + 0,10574 + conceitos regulados nom detalhados na fatura (1)* €/KWh = 0,224 €/KWh
  • Eletricidade utilizada durante o período CHÃO: 34,30 KWh x 0,127 €/KWh = 4,36 €
  • 34,30 KWh x 0,020624 €/KWh = 0,71 € (portagem de acesso)
  • 34,30 KWh x 0,021148 €/KWh = 0,73 €(cargo energia utilizada)
  • 0,020624 + 0,021148 + conceitos regulados nom detalhados na fatura (1)* €/KWh= 0,127 €/KWh
  • Eletricidade utilizada durante o período VALE: 50,24 KWh x 0,084 €/KWh = 4,22 €
  • 50,24 KWh x 0,000714 €/KWh = 0,04 € (portagem de acesso)
  • 50,24 KWh x 0,005287 €/KWh = 0,27 €(cargo energia utilizada)
  • 0,000714 + 0,005287 + conceitos regulados nom detalhados na fatura (1)* €/KWh = 0,084 €/KWh

Tamém podedes ver como reduzir o consumo energético e aforrar na fatura de eletricidade numha casa consultando: Eficiência energética. Envolvente térmica

Faturaçom por potência contratada. Resultado de multiplicar a potência contratada (KW) polo preço do termo de potência €/KW e ano e polo número de dias faturados, por cada período. Pode ser dividido em duas partes; a parte correspondente à peagem de acesso e o custo da potência contratada:

  • Potência contratada períodoPONTA: 3,30 KW x 31.949 €/KW e ano x (33/365) dias= 9,53 €
  • 3,30 KW x 23,469833 €/KW e ano x (33/365) dias = 7,00 € (portagem de acesso)
  • 3,30 KW x 7,202827 €/KW e ano x (33/365) dias = 2,15 € (cargo de potência contratada)
  • 23.469833 + 7.202827 + conceitos regulados nom detalhados na fatura (2)* €/KW e ano = 31.949 €/KW e ano
  • Período de potência contratado VALE: 3,30 KW x 2.701 €/KW e ano x (33/365) dias= 0,81 €
  • 3,30 KW x 0,96113 €/KW e ano x (33/365) dias = 0,29 € (portagem de acesso)
  • 3,30 KW x 0,463229 €/KW e ano x (33/365) dias = 0,14 € (cargo de potência contratada)
  • 0,96113 + 0,463229 + conceitos regulados nom detalhados na fatura (2)* €/KW e ano = 2.701 €/KW e ano

Aforrar na fatura de eletricidade. AparelhosPara continuar a acumular aforros na fatura de eletricidade, neste caso, deveríamos reduzir a energia contratada. Numha casa média, é moi provável que consigamos reduzir a energia abaixo de 3 KW (2,30 KW), se nom temos aquecimento e água quente, alimentada por eletricidade. Poderemos tentar reduzir a potência abaixo de 3 KW, adicionando os aforros do bónus social, se o contratamos cumha comercializadora de referência, como já dissemos anteriormente. Ainda assim, podremos baixá-la se temos contratadas potências superiores (lembre-se em KW 2,30/3,45/4,60/5,75/6,90/8,05/9,20… e amb ICP 2,20/3,30/4,40/5,50/6,60/7,70/8,80…) se assumimos que teremos de administrar a quantidade de aparelhos que conectamos ao momento. Pode-se fazer um cálculo aproximado, sumando as potências dos aparelhos que temos na casa (1000 W = 1 KW), com uma certa tolerância que os ICP tenhem. A potência é basicamente a eletricidade máxima que se pode consumir ao mesmo tempo. A potência que temos contratada em Espanha entre todos os consumidores é 1/3 maior do que está efetivamente instalado. Portanto, temos de média, margem suficiente para baixar a potência contratada. Cada contrato com a tarifa 2.0TD pode reduzir a potência até duas vezes sem custos, sempre que o faça antes de junho de 2022.

2.- Reflexoms finais

O preço da potência reduze-se ligeiramente, e o da energia aumenta um pouco, em comparaçom com o modelo de tarifa anterior. Isto significa que aqueles que tiveram discriminaçom horária com as tarifas antigas 2.0DHA, 2.0DHS, 2.1DHA e 2.1DH, aumenta-lhes todas as franjas, e os horários com preço mínimo se reduzem. E a aqueles que tinham um período sem discriminaçom horária com 2.0A e 2.1A (a grande maioria), beneficiarám se seguem as recomendaçoms.

Com o novo sistema de tarifas, os custos som separados em duas partes principais, e outros conceitos regulados nom detalhados na fatura:

  • Peagens criadas pela CNMC para pagar a rede de transportes e distribuiçom. A CNMC (Comissom Nacional de Mercados e Competência) distribui o custo da rede entre os usuários, agrupando-os por nível de tensom e potência.
  • Cargos da energia e potência utilizados, estabelecidos polo Ministério, para cobrir os custos do sistema que dependem da política energética

Conceitos regulados nom detalhados na fatura (1)*

  • Mercado maiorista: Energia total por apontamento, sobrecustos das restriçoms técnicas.
  • Normativa estatai: Pagamentos por capacidade, sistema e operador de mercado, perdas de rede, fondo nacional de eficiência energética.
  • Município: Taxa 1,5%, IAE
  • Outros: Comissoms bancárias, margem de atividade da comercializadora.

Conceitos regulados nom detalhados na fatura (2)*

  • Margem de atividade da comercializadora.

A aplicaçom do novo sistema representa um câmbio na distribuiçom do custo por períodos horários, a fim de incentivar a demanda de energia em horas de menor procura, promovendo assim a eficiência na utilizaçom da rede de transportes e distribuiçom. Por outro lado, há a vontade de promover a eletrificaçom tamém na climatizaçom e na mobilidade, um critério nom recomendado no caso do aquecemento é AQS. Ver: Calefaçom e AQS Eficiência energética. A produçom de 1 KWh de eletricidade gera 3 vezes mais emissoms do que o gás natural, e incorpora moita mais energia primária pra ser gerardos. A eletricidade deve ser evitada como energia final para o condicionamento térmico. Ao mesmo tempo, a diversificaçom das fontes de energia permitira-nos mais margem para atuar (exemplo: cozinhar com gás ao meio-dia, hora ponta com tarifa de eletricidade)

Indiretamente, promove tamém instalaçoms de autoproduçom nas vivendas, com energias renováveis, para autoconsumo ou para compensar o excesso de energia da autoproduçom, volcando-a na rede elétrica conforme ao detalhado no Real decreto sobre a auto-produçom. Se geras a tua própia energia será moito mais barato poder gastá-la em momentos de horas punta, quando é o tempo de mais radiaçom solar.

Por último, se nom queremos promover a especulaçom das grandes empresas, temos de passar a umha comercializadora que garanta a produçom cas energias renováveis e umha gestom sem fins lucrativos. Coma sócio e usuário recomendo a cooperativa Som Energia, poderás ter todos os contratos de eletricidade certificados como 100% renováveis, participar em projetos de geraçom renovável e incluir este aforro na tua fatura, ou participar em compras conjuntas de instalaçoms de auto-produçom. Oferece serviço em todo o território do estado espanhol, exceto Ceuta e Melilla.

Publicaçom disponível em: Català Castellano Euskara Galego-Português

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.